09/12/19 | 10:10
‘É uma semente para o futuro’, afirma Arthur em visita à obra do Centro de Controle da Cidade

Seguindo a rotina de visita às inúmeras obras executadas pela Prefeitura de Manaus na capital, o prefeito Arthur Virgílio Neto acompanhou na manhã desta sexta-feira, 6/12, o andamento da construção do Centro de Controle da Cidade (CCC), localizado no cruzamento das avenidas Efigênio Sales e Umberto Calderaro Filho, zona Centro-Sul. O espaço concentrará todas as informações da gestão municipal e é parte do planejamento estratégico “Manaus 2030”.

“Estamos plantando uma semente para o futuro. Estamos pensando muito além desta gestão, porque essa é uma obra que será pouco aproveitada pelo meu governo. Mas quem vier depois de mim, vai ter uma noção muito mais organizada das necessidades da cidade, pois vão estar todas centralizadas em um único espaço. Isso significará economia de tempo, dinheiro e vai acelerar a tomada de decisões mais assertivas”, destacou o prefeito.

Estão sendo investidos no projeto R$ 41 milhões, divididos em obra física, equipamentos de última geração e sistemas mais avançados. A princípio, o Data Center permitirá o monitoramento de áreas de risco, mobilidade urbana, trânsito e obras. “Nós veremos que Manaus está sendo preparada, efetivamente, para ser uma cidade inteligente e uma cidade que foi governada por alguém que se importou com o futuro”, concluiu Arthur Neto.

O CCC integrará diversas secretarias municipais que irão dispor das ferramentas necessárias para mapear e monitorar pontos estratégicos da capital, acompanhando possíveis situações de crise, tendo assim, a capacidade de dar prontas-respostas em tempo real. O projeto é desenvolvido em conjunto pela Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef) e pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

Para o secretário da Semef, Lourival Praia, pensar no futuro é apostar em iniciativas tecnológicas. “Hoje em dia não se pode falar em planejamento sem que haja investimento em tecnologia. Tudo é feito por meio de sistemas, de gerenciamento eletrônico, de documentos, e isso vai gerando informação que precisa ser armazenada e processada. E é isso que o CCC vai garantir”, pontuou Praia.